Empresa Afiliada


Qua, 28 de Março de 2012 14:33

Odapel aposta em renovação da linha pesada nos próximos anos


O diretor comercial da Odapel, José Augusto
Dias: parceria com fabricantes nacionais para
enfrentar concorrência externa.

 

Com mais de meio século de história, a empresa paulista Odapel Distribuidora de Peças, especializada na linha pesada, vê na renovação da linha de caminhões e utilitários no país uma alternativa para alavancar o setor automotivo pesado no país. Atualmente, a idade média de veículos nessa linha, mesmo com as facilidades de financiamento oferecidas pelas concessionárias, é em torno de 15 anos.

De acordo com José Augusto Dias, diretor comercial da Odapel, apesar do aumento da frota circulante no país apontar para a renovação da frota e para o aquecimento do mercado de aftermaket automotivo, o que vem ocorrendo é o crescimento da importação de autopeças por parte de importadores independentes e o fato de alguns fabricantes terem deixado de produzir internamente para embalar produtos importados, deixando o mercado interno com um grande estoque na linha pesada.

“Quando paramos para comparar o ano de 2011 com o primeiro trimestre de 2012 estamos tecnicamente empatados. Não conseguimos sentir alteração no mercado, a expectativa é que a partir do segundo trimestre do ano os números comecem a melhorar”, afirma José Augusto.

Outro desafio enfrentado pela Odapel, e pelo setor de autopeças, segundo o diretor comercial da empresa, é a concorrência dos produtos importados. José Augusto diz que para contornar a situação, uma vez que é impossível bater de frente com produtos importados que chegam ao mercado com preços bem menores do que os similares nacionais, a Odapel está buscando parcerias com fabricantes internos e negociando valores mais competitivos, para que ambas as empresas não percam a participação no mercado.

O diferencial, segundo o diretor comercial, está na qualidade do produto oferecido. Com 200 funcionários e filiais no bairro do Jaguaré, na capital paulista, em Goiânia (GO), Contagem (MG) e Rio de Janeiro (RJ), a Odapel tem diversificado a sua linha de produtos e apostado em padrões ISO para oferecer o melhor produto ao cliente. Ainda assim, afirma José Augusto, isso não é garantia de venda.

“Você ganha confiança do cliente, porém isso não faz o cliente optar sempre pela empresa. Se é o caso de uma cotação, por exemplo, o preço é que é levado em consideração”, afirma. “Quando falamos de ISO não estamos só olhando para o lado externo da empresa, mas também para o lado interno, tornando os processos internos mais organizados, ágeis, eficientes e evitando desperdícios”.

Crítico das cargas tributárias, definidas por ele como “a grande âncora da economia nacional”, José Augusto encara as feiras técnicas, especialmente a Autopar, da qual a empresa é estreante neste ano, como um dos melhores ambientes para fechar negócios, estreitar relações comerciais com o cliente e também prospectar uma nova clientela.

“O que temos a oferecer é um excelente serviço de prestação de serviços. As mercadorias são entregues em tempo recorde, através de um sistema rápido e ágil, que vai de encontro às necessidades do cliente”, assinala.

Sobre a Autopar ele diz: “O Paraná tem uma grande importância na economia brasileira, por isso estamos muito confiantes de que a feira será um sucesso e que grandes negócios irão surgir a partir dela”.


Vista aérea da sede da Odapel, no Jaguaré,
em São Paulo: 200 funcionários em quatro filiais.